fbpx

Blog

Fique por dentro das novidades

Viajar? Agora?

Gente - Viagens - 18/03/2020
Viajar? Agora?

VIAJAR? AGORA?

Antes de falarmos de viagens vamos aos fatos sobre a crise do #COVID19 que estamos vivendo.

Os números da OMS de ontem (16/03/2020) eram os seguintes: 167 mil infectados no mundo todo, 14 mil casos nas últimas 24 hs, 6.600 mortes até ontem. Os números do resto do mundo já superaram os da China (86 mil contra 81 mil infectados; 3.390 contra 3.200 mortes).

Depois de ter passado uma fase de crescimento exponencial de infectados, a China viu seus números melhorarem dia após dia. Pode-se dizer que a situação por lá já está sob controle. O crescimento já é de apenas um dígito. As escolas voltaram a funcionar, as indústrias estão a todo valor e os hospitais de emergência já foram desmontados.

A MÁ NOTÍCIA que a matemática nos ensina: qualquer processo com crescimento exponencial é explosivo e avassalador. Tanto faz então, ficar discutindo letalidade e outras coisinhas inúteis em um tal contexto.

A BOA NOTÍCIA que os chineses nos ensinaram: é possível sim reverter o surto epidêmico com um tremendo esforço de isolamento e confinamento da população. Radical, sem furos, o coletivo sempre antes do individual.

A Coréia do Sul já está vendo sua curva de novos infectados descer, seguindo a tendência apontada pela China. Os países escandinavos (Suécia, Noruega e Dinamarca) seguem a mesma tendência. Os países africanos se fecharam até porque eles têm plena consciência do que grandes epidemias são capazes.

Se bem gerenciada, a fase crítica da epidemia parece durar de 3 a 4 meses entre os 100 primeiros casos e uma estabilização tipo chinesa. Mas isso parece só ser possível com ações serenas, radicais, liderada por governos fortes e com apoio de toda a população. Com 1,4 bilhões de habitantes, a China tem um tremendo know-how para tocar programas gigantescos como o mundo todo tem acompanhado. Claro que a falta de democracia ajuda bastante. Prisão para quem não entende qual sua responsabilidade individual. Na França, confinada desde ontem, o exército e a polícia estão nas ruas para garantir que os menos conscientes furem o isolamento coletivo. Esse é exatamente o ponto central da coisa toda: responsabilidade de cada um.

VAMOS FALAR DE VIAGEM?

Você está bem. Deve viajar? Esse não deveria mais ser um assunto pessoal ou individual. Enquanto não for uma proibição oficial como está acontecendo em quase todo o planeta é no mínimo uma responsabilidade sua com a população.

Você pode se tornar um vetor de transmissão e nem perceber. E isso pode se tornar exponencial. Seu egoísmo pode afetar os demais em uma escala imponderável.

O momento é de sacrifício individual. Talvez sejam apenas 3 a 4 meses. Por aqui nós cancelamos todas as viagens do primeiro semestre. E não eram poucas!

Dá pra trabalhar remotamente muito mais do que imaginamos. Sua ida ao cinema, restaurantes, balada, casa dos amigos… Troca por Netflix, livros, filhos, cozinhar, fazer pão em casa, mexer na moto, escrever, etc…

Toda essa fragilidade só reforça o que já sabemos: A vida é agora! Então vamos passar esses poucos meses de forma diferente, aprendendo coisas novas e depois sim vamos fazer as mais gostosas viagens (de moto, é claro!!!) para viver a vida como merecemos. Bora então!

Marcelo Leite
Marcelo Leite

Posts relacionados



                Inscreva-se        	Inscreva-se para receber nossa newsletter