fbpx
Expedições

TransAfrica 2022

De moto pelo continente africano

Mais uma vez, a África, mas desta vez em um formato diferente. Vou com a pequena, mas valente Honda CRF300l. Vou sozinho, sem a Beth. Em tempos de Covid, muitas fronteiras ainda estão fechadas, principalmente do lado oeste. A solução então foi uma TransAfrica dividida em 2 ETAPAS. Descendo inicialmente pelo lado leste, fazendo uma pausa no meio do ano e voltando para subir pelo Oeste, apostando na abertura das fronteiras. ETAPA 1: primeiro semestre, de Nairóbi até CapeTown, são 7500 km / 5 países. ETAPA 2: segundo semestre, de CapeTown até Londres, em torno de 23.000 km / 20 países. Marcelo Leite

TransAfrica 2022

Despachei minha moto de Londres para Nairóbi. Um tanto de improviso e vagarosamente fui me divertindo aos montes. Como sempre, alguns pequenos perrengues, mas muitos momentos de prazer impossíveis de descrever.

Desta vez, fui rodar pelo interior do Quênia. Descobri lugares maravilhosos. O Monte Kenya (pico a 5.200m!), área rural, uma área de proteção (onde os animais selvagens vivem a vida deles sem interferência dos humanos), vilarejos e pequenas cidades. Andei pelos mercados, me perdi nas ruelas das cidades, joguei muita conversa fora, comi de tudo um pouco (ugali, bode na brasa, frutas mil) com talher e com as mãos. Dei risada, aprendi e me diverti.

Fiquei em uma comunidade Massai. Uma “Boma” só para mim. São pequenas casinhas feitas de barro e esterco e que normalmente abrigam uma família inteira. Muitas conversas. Lendas, rituais e o dia a dia.

Assim como foi em 2011, a pequena vila de Magoma na Tanzânia foi uma delícia. Uma energia incrível, ambiente gostoso, de paz, que dá vontade de ficar mais e mais. A Tanzânia ainda me deu a imperdível Zanzibar, amigos de Dar Es Salam e a beleza do Vale dos Baobás.

Na Zâmbia perambulei pelos mercados de rua nas vilas do Norte. Peguei uns trechos de lama amazônica e finalmente conheci as Victoria Falls.

Botsuana vivi o mundo das reservas e dos elefantes em todo canto.

Eu não gosto muito da África do Sul, mas é onde tenho amigos e estrutura perfeita para deixar minha moto até voltar para a próxima Etapa desta TransAfrica.

Estarei regularmente atualizando este site e nosso Instagram.

Vem Com A Gente pela #TransAfrica2022 !

Marcelo Leite

Vem Com A Gente Mundo Afora! Vamos conversar?

Galeria de imagens



                Inscreva-se        	Inscreva-se para receber nossa newsletter