Blog

Fique por dentro das novidades

Afinal, vale tanto a pena rodar de moto pelo Tibet?

Viagens - 12/11/2019
Afinal, vale tanto a pena rodar de moto pelo Tibet?

Todo mundo já viu e ouviu maravilhas sobre o Tibet. Filmes, livros, reportagens… É a região mais alta do mundo com uma média de 4.500 metros acima do mar. É de lá que se chega ao Monte Everest, a montanha mais alta do mundo com seus incríveis 8.848 metros.

O Tibet é também lembrado por sua cultura milenar e pela intensidade sempre presentes dos Monges Budistas. E claro, do Dalai Lama, o líder máximo religioso. O Tibet consegue ser extraordinário pela sua natureza brutal, pela sua história e pela sua cultura milenar.

Por tudo isso o Tibet tornou-se um destino desejado por uma legião de turistas mundo afora. E tem mais, não existe em nenhum lugar tantas montanhas com tantas curvas fantásticas como no Tibet. Passos acima de 5.000m são comuns. Um verdadeiro sonho para muitos motociclistas e uma quase euforia nos últimos anos, principalmente na Europa. Mas não é nada fácil conseguir rodar por lá.

O Tibet é uma região administrativa autônoma da China. Existem regras estritas e várias autorizações são necessárias. O acompanhamento por um guia certificado pelo governo é obrigatório. Várias áreas, como por exemplo o Campo Base do Everest, exigem autorizações prévias. Para circular de moto, algumas regras especificas precisam ser respeitadas.  E tudo isso pode ser atualizado a qualquer momento. Toda essa complexidade frustrou o sonho de muita gente.

Agora tudo isso está bem equacionado. Esse negócio de que não dá para viajar de moto pelo Tibet, ficou no passado. Dá trabalho mas é possível sim!

Levamos pequenos grupos de brasileiros em 2018 e em 2019 por um roteiro incrível. Essas pessoas viveram de fato uma experiência inesquecível de moto pelo Tibet!

Foi fantástico, mas alguns pontos mereciam um esforço adicional para deixar tudo ainda mais bacana. Trabalhamos nisso e conseguimos algumas mudanças importantes para 2020:

  • Agora vamos usar o Nepal como nossa base e não mais ChengDu na China. Agora temos a chance de explorar a fantástica Katmandu, as estradinhas pelo Himalaya e teremos o Annapurma como fundo em alguns dias, sem contar com o contato com os nepaleses;
  • Conseguimos que todo o processo de aclimatação para a altitude fique mais fácil e os processos administrativos mais ágeis.
  • Vamos de Honda CRF250L uma moto super moderna, ágil, gostosa e parruda, muito mais adequado para o ambiente em que vamos rodar.
  • Teremos ainda 2 dias fora do asfalto, mas sem grandes desafios, apenas o prazer de rodar por estradinhas longe dos eixos principais.

Pense só no tamanho dessa experiência!  Única, marcante, que vai ficar para a vida toda. A natureza brutal, culturas milenares e o prazer imenso de pilotar, tudo isso em um só lugar.

Imagine você rodando de moto pelas montanhas mais altas do mundo, encontrando pequenas vilas nepalesas e tibetanas, passando por vales imensos, lagos azul turquesa e cruzando por vários passos a mais de 5.000 metros de altura, sem contar a emoção de chegar ao Campo Base do Everest!

Você vai descobrir a imponência dos principais monastérios Tibetanos, templos nepaleses, cidades esquecidas e a antiga residência do Dalai Lama. De moto você vai desbravar paisagens de tirar o fôlego pelo Himalaia, sem contar a experiência de amanhecer ao pé do Everest. Vai ser uma experiência intensa e inesquecível!

Tem sido sempre uma experiência intensa e cheia de emoções. Talvez o maior indicador de que vale sim tanto a pena rodar de moto pelo Tibet é a emoção que toma conta das pessoas que foram conosco quando chegam ao Campo Base do Everest. É sim um momento de comemoração. Apesar da total falta de oxigênio a 5.200m, quase todo mundo se emociona, comemora e muitos se soltam tomados pela adrenalina forte do momento. Gritam, se abraçam, pulam de felicidade, gravam videos emocionantesVale mesmo a pena. E muito!!

Corrigindo então o título deste post, melhor dizer: “NÃO DÁ PARA NÃO RODAR DE MOTO PELO TIBET!” É uma experiência imperdível!  Vem com a gente!

Vamos? Veja mais detalhes desta viagem de moto para o Tibet aqui ou nos envie um Whatsapp pelo (11) 94152-2516

Avatar
Beth Rodrigues

Posts relacionados



                Inscreva-se        	Inscreva-se para receber nossa newsletter